Arch Linux &Gentoo &Linux &Sistemas Operacionais 29 Sep 2008 03:25 pm

Adeus Gentoo

Eu ainda me lembro muito bem, era pouco mais da metade de dezembro de 2002 e a banda larga via ADSL tinha recém acabado de chegar na minha cidade. Isso permitia que, entre outras coisas, eu pudesse passar horas e mais horas no IRC. Além disso, com a banda larga eu poderia fazer algo que eu sempre gostei: baixar e testar novas versões de softwares, configurar e brincar com o sistema, etc.

Até então, eu costumava usar o Red Hat Linux e embora eu estivesse satisfeito com ele, eu sentia que eu queria algo mais da minha distribuição Linux. O Red Hat nunca foi uma barreira pra que eu pudesse testar e brincar com a máquina, mas minha diversão ficava cada vez mais difícil a medida que aumentava a complexidade dos pacotes e a dependência entre eles. Estava chegando a hora de mudar de distro …

Após pesquisar entre algumas distribuições eu acabei escolhendo o Gentoo. Era uma distribuição simples, com um propósito simples: fornecer pacotes atualizados e permitir uma extensa configuração do sistema. Era a distribuição perfeita pra mim. Por volta do dia 18 de dezembro de 2002 eu fiz a minha primeira instalação do Gentoo. Foi como se um mundo completamente novo se abrisse a minha frente … e eu realmente entrei de cabeça nele: eu li toda a documentação disponível, participei nos forums e canais de IRC do projeto, ajudei a fundar um grupo de usuários, escrevi incontáveis dicas e artigos sobre o Gentoo, ajudei a criar um dos ports alternativos do Gentoo e me tornei um desenvolvedor da distribuição. De 2002 a 2006 eu estive envolvido com o GentooBR, e de 2004 a 2005 ajudei, modestamente diga-se de passagem, o projeto Gentoo.

Infelizmente, a vida passa, as responsabilidades aumentam e o tempo livre diminui. Aos poucos, eu fui deixando de lado meu envolvimento com o Gentoo e passei a ser apenas um usuário, um observador distante do que se passava com a distribuição e com a comunidade. O que eu não compreendia, até então, é que ali, lentamente, o Gentoo começava a morrer para mim.

Ao mesmo tempo, o projeto perdia o rumo devido as suas turbulências internas e externas e passava a andar mais lentamente. Os pacotes já não eram mais tão atualizados e a sua qualidade não era tão alta, as inovações tinham parado no tempo e até o site era o mesmo de sempre.

Quase 6 anos tinham se passado e Gentoo estava perdendo o brilho, mais uma vez tinha chegado a hora de mudar de distribuição ….

One Response to “Adeus Gentoo”

  1. on 30 Sep 2008 at 3:33 pm 1.For Fun and Profit » Blog Archive » Olá Arch Linux said …

    […] post anterior eu contei como eu cheguei ao Gentoo, o que eu fiz e porque eu deixei ele pra trás. Hoje vou contar […]

Trackback This Post | Subscribe to the comments through RSS Feed

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.